Episódio 15 – Revelações Mediúnicas


Caros irmãos, com este décimo quinto episódio vamos nos encaminhando para o final de nossas histórias e saudosas lembranças. Aquilo que nossa memória conseguiu registrar em mais de uma década de convivência com este verdadeiro apóstolo do bem que foi o médium Langerton Neves da Cunha. Uma vida fecunda, laboriosa e rica de ensinamentos, muitos deles hauridos em uma fonte pura que foi a convivência com o médium Francisco Cândido Xavier, mas, sobretudo na observância das lições ministradas pelos seus mentores espirituais: Emílio Luz e Eurípedes Barsanulfo.



Revelações Mediúnicas



Francisco de Assis e a Rocha


Sempre li muitos livros, muitas histórias e fatos emocionantes que faziam minha imaginação voar naqueles tempos remotos. Quando conheci o médium Langerton já tinha lido vários livros, toda a coleção do André Luiz, os romances do Emmanuel e outros livros que tocavam na alma. Alguns fatos de algumas obras me impressionavam muito e me recordo quando certa vez li no livro “De Francisco de Assis para Você”, de Humberto Leite de Araujo, um fato que me impressionou muito entre tanto fatos da vida deste santo. Foi quando certa vez Francisco de Assis sobe no monte Alverne e é afrontado por um grupo de espíritos obsessores que começam a empurrá-lo para um abismo. Em dado momento ele se encosta em uma rocha que se abre e abriga Francisco impedindo que ele pereça. Aquilo ficou impregnado em minha mente. “A rocha se abriu. ”Lembrei do fato bíblico quando Moisés bateu na rocha com seu cajado e no mesmo instante saiu água. Não que duvidasse do fenômeno, mas a fé não pode ser cega. Sempre amei esta personalidade que mudou o rumo da história da Humanidade com sua devoção a Jesus! O fato é possível, mas a obra não era mediúnica, psicografada, era inspirada. Será que não havia um pouco de fantasia? Meu coração dizia que isso de fato aconteceu, mas precisava da certeza. Neste tempo o médium Langerton veio a Jacupiranga para realizar um Chá Beneficente. Ainda não era aluno dele mas estava participando da organização do Evento. Por uma felicidade pude acompanhá-lo no mesmo veículo que o conduzia para o clube onde o chá seria realizado. Já sabia de sua convivência com o médium Chico Xavier, de sua grande sabedoria e entendimento dos fatos espirituais. Estava num duelo interior se perguntava a ele ou não sobre o fato da rocha se abrir. O que ele poderia pensar de mim? Que não passava de um jovem curioso, ou inconveniente? O carro prosseguia e não criava coragem para perguntar sobre o fato da rocha ter aberto. Foi quando momentos antes do carro estacionar ele falou: sabe Geraldo, a rocha se abriu mesmo para Francisco de Assis! A frase explodiu dentro de minha alma! Não consegui conter as lágrimas! Ele desceu do carro e seguiu para o local… eu mal conseguia caminhar.. A rocha abrigou o poverello de Assis! O que seria preciso para agradecer à Deus pelo presente!


Revelações de Algumas Personalidades Conhecidas na História


Os anos de convivência com o médium Francisco Cândido Xavier lhe proporcionou um amplo conhecimento sobre a doutrina espírita, diretrizes de trabalho e orientações preciosas dos benfeitores ligados ao médium. Sabendo desta estreita convivência, sempre que podia inquirira sobre questões capitais, históricas, fatos que mudaram a história e, quem sabe, sobre um assunto que sempre me empolgou que é a reencarnação. Ele sempre dizia que muita coisa só poderia falar depois que o Chico desencarnasse, a pedido do próprio Chico, por tratar-se de segredos espirituais. Como nosso saudoso Professor partiu um ano após o Chico deixar nosso mundo (2002), não tivemos muita oportunidade de concluir nossos estudos. Mas algumas revelações foi possível ser repassado para o nosso próprio aprendizado. Tinha muito receio de perguntar as minhas dúvidas ao sempre ocupadíssimo médium Langerton e/ou ultrapassar o limite do aprendizado para uma simples curiosidade. Mas ele sempre nos ajudava a não ultrapassar este limite.


Revelação da Reencarnação de Eurípedes Barsanulfo


Tão logo começamos a estudar com o médium a fitoterapia (1992), chegou nas livrarias o Livro “A Grande Espera”, psicografado por Corina Novelino e ditado pelo espírito de Eurípedes Barsanulfo. O Livro tinha o aval do médium Francisco Cândido Xavier que já nas primeiras páginas do Livro revela que Eurípedes era um dos personagens do Livro. A história remonta a época dos Essênios, ao tempo de Jesus. Austeridade, determinação, fé e amor sobram em todo o livro. Sofregamente li o Livro e depois estudei-o e tinha para comigo a convicção que o nosso Venerável Eurípedes Barsanulfo era a reencarnação do Jovem Marcos, personagem do livro e martirizado no final da obra em nome do Cristianismo que viria ainda a surgir.. Planejei várias vezes uma conversa franca com o médium Langerton sobre o assunto e numa oportunidade em que nos reuniríamos em Peirópolis naquele ano de1994, fui decidido a esclarecer esta dúvida. Confirmaro que imaginava não era importante já que os testemunhos e exemplos de fé eram tudo na obra altamente inspiradora. Mas aquele personagem jovem e dedicado, renunciando a tudo, me cativou tanto quanto o labor e desprendimento de Eurípedes quando em vida. Passei várias vezes perto do médium, mas não tive coragem de perguntar quem foi o Jovem Marcos… Por fim, passados dois dias de trabalho com as plantas, vendo que esta era a nossa missão, pedi perdão a Deus por estar tão preocupado com esta curiosidade e pedi perdão também a Eurípedes Barsanulfo. Estava no penúltimo dia de trabalho (foram cinco dias intensos), estava arrumando as plantas para retornar a Jacupiranga quando vi o nosso querido professor descer as escadas que davam acesso ao Lar dos Apóstolos e silenciosamente se sentou ao meu lado enquanto organizava o material do dia… Em dado momento ele voltou-se para mim e disse: – Sabe, Geraldo, Eurípedes foi mesmo o Jovem Marcos! Novamente senti o chão faltar aos meus pés! E antes que eu “desmaiasse” de felicidade ajuntou: – E o ancião Lisandro era o nosso venerável Dr. Adolfo Bezerra de Menezes. – Viu, disse ele,é só a gente estudar e fazer o certo que os espíritos nos ajudam com as lições! Levantou e saiu, deixando-me às lagrimas de puro reconhecimento e gratidão. Sim, Era ele, nosso querido Eurípedes Barsanulfo aquele jovem determinado que seguiu a Jesus até o sacrifício de sua vida. Ele faria isso novamente, dois mil anos depois! Depois, ainda nos foi possível saber que outro grande personagem do Livro, Josafá, esteve reencarnado aqui no Brasil, vindo quase que simultaneamente com Eurípedes Barsanulfo. Tratava-se de Cairbar Schutel, cognominado de O Bandeirante do Espiritismo. Nos Livros de Chico Xavier, tivemos informações do próprio Chico que Eurípedes Barsanulfo reencarnara mais uma vez em testemunho e sacrifício por amor á Jesus, na pele de um escravo chamado Rufo no século II d.c (Livro Ave Cristo!). Por fim teve uma penúltima reencarnação como o filósofo e teólogo Suiço Johann Kaspar Lavater (1741 – 1801) cujas cartas à imperatriz da Rússia, de alto cunho doutrinário-espírita, Allan Kardec publicou e sua Revista Espírita (1868). Ficávamos embevecidos ouvindo o médium falar destes personagens e só aumentando nosso respeito e admiração à todos Eles e uma grande vontade de seguir fiel os seus passos!


Uma pergunta sem resposta:


-Vô Langerton, perguntei, Eurípedes Barsanulfo e o Dr Adolfo Bezerra de Menezes sempre foram amigos e estiveram juntos em suas missões na terra. Marcos e Lisandro (A grande Espera), Rufo e Quinto Varro (Ave-Cristo), por fim Eurípedes Barsanulfo e Bezerra de Menezes aqui no Brasil e ainda a revelação do Chico que disse que ele, Eurípedes, foi um pupilo de Inácio de Antioquia que deixou a terra por volta do ano 100 d.c. Ele me olhou e disse: – Então? Criei coragem e continuei: – se ele foi discípulo de Inácio de Antioquia, este não seria uma das reencarnações do Venerável Dr. Bezerra de Menezes? - Ele me olhou novamente por alguns segundos como se esperasse alguma autorização para falar e disse: – Bom, Vamos trabalhar. Indo em direção ao Centro Espírita cuja fila em frente à farmácia já começava a se formar. Conclui que isto eu não poderia saber. E fiquei sem a resposta que não mudou em nada a minha fé e amor aos nossos patronos que tanto fizeram por todos nós com suas renúncias e dedicações ao nosso Mestre Jesus!


Informações de Átila - Rei dos Unos


Toda a revelação que o médium Langerton fazia, nunca foi diante de um público maior que três ou quatro pessoas. Estávamos em um grupo reduzido em uma tarde de estudos no ano de 1996 em Peirópolis quando veio à discussão questões sobre os grandes ditadores que passaram sobre a terra desde Cézar aos dias atuais. Era uma análise para decifrar a justiça divina sempre proporcionando aos infratores oportunidades de redenção perante as suas leis. Mas que tão logo se viam em uma nova Jornada cometiam os mesmos abusos como no caso de Júlio César que foi a reencarnação de Napoleão Bonaparte. O Médium então tomando a palavra falou que Atila, o Rei dos Unos (século V) estava classificado entre nos homens mais violentos que a história conheceu e que ele, conforme revelações do médium Chico Xavier, era a reencarnação do ditador Alemão Adolfo Hitler. Ficamos impressionados com esta revelação, porque, lendo a história, não saberíamos dizer qual das duas personagens em sua sagas de domínio e poder, teriam sido mais cruéis. Ele concluiu dizendo que esta personagem depois destes últimos acontecimentos, não lhe seria mais permitido reencarnar no planeta terra. Ficamos todos em profundo silêncio diante de tamanha revelação só a mente não parava de pensar no sermão profético proferido por Jesus.


Chico Xavier Revela a Reencarnação de Uma Prima do Médium Langerton.


Certa vez vinham de Araxá Langerton e o médium Chico Xavier. No meio do caminho pararam na casa de uma prima do nosso querido médium Langerton. Casa muito simples, paredes de Barro, chão batido, tudo muito simples mas ali reinava a felicidade sob as bênçãos de Deus, ainda que em lutas austeras com as dificuldades materiais. Em meio a tanta simplicidade, o Chico observava a luta daquela dona de casa, uma senhora negra marcada pelas lutas da vida, mas que guardava na fisionomia traços incomuns. Muito solícita, mãe de família, sorridente e muita esforçada nas lides domésticas e que tudo fazia para agradar, hospitaleira, o ilustre visitante. Fez o café típico do interior de minas; coador de pano, fogão à Lenha e serviu para os convidados um bolo de fubá. Foi quando o Chico sensibilizado com tanto carinho disse para os presentes, inclusive ela: – É Langerton, você não sabe quanta honra eu tenho por tomar este café, servido por uma rainha! Deus abençoe este lar, porque hoje, nesta simplicidade o verdadeiro amor cristão está aqui presente! Referindo-se a reencarnação anterior desta senhora quando em “certa” época foi uma realeza terrestre. Mais tarde falaria ao Langerton detalhes que só ele ficou sabendo desta existência Ainda em uma de nossas viagens á Peirópolis, retornando de Araxá na presença do médium, paramos nesta casa para colher algumas ervas medicinais que esta irmã cultivava em seu quintal, raras e muito especiais. Com a mesma alegria fomos recebidos. E O nosso professor contou esta história. Também fiquei feliz por conhecer uma rainha! Lições que jamais esqueceremos e que nos embalam a alma nestes dias e que nos alegra muito compartilhar com todos.



Que Deus Abençoe a todos.

Muita paz

Geraldo Pereira Nunes - Jacupiranga/SPJacupiranga, 18/02/2015





































A Casa ao qual nos referimos, da prima do Professor Langerton – 1995
(Nesse dia ele contou a história que o Chico revelou)





































Dentro do Laboratório Emílio Luz





































Em busca das Ervas Medicinais – Araxá – 1995
































Em meio as Ervas Medicinais – Araxá – 1994
































Escada que da acesso do Centro Espírita Eurípedes Barsanulfo ao Lar dos Apóstolos
































Felicidade em Meio a Natureza (BR 050 – 1993)

























Francisco de Assis






























Grupo do primeiro Ciclo de Aulas do Médium Langerton (Peirópolis – 1992)










































Inauguração Do Dpto Espírita Eurípedes Barsanulfo (Jacupiranga – 2001)
































Na casa do Sr .Jonas, Irmão do médium Langerton (Goianésia – 1994)
































Rio de Janeiro – antiga sede da FEB – 1995
































Na Casa Espírita Allan Kardec – Cajuru – 1995































Na fonte de água Radioativa – Araxá – 1992
































Primeiro Encontro com o Médium Langerton em Setembro de 1988.
































Primeiro Simpósio Espírita de Fitoterapia (São Paulo – 1995)


Fut7 Veteranos